Assine nossa newsletter e fique por dentro!

  • Facebook
  • Instagram
CAJU PRODUÇÕES

+55 (27) 3026 0051

caju@cajuproducoes.art.br

www.cajuproducoes.art.br

Buscar
  • Ema

Cine.Ema 2019 divulga filmes selecionados

Festival Nacional de Cinema Ambiental acontece em setembro no Espírito Santo.

Enraizada, de Tiago Delácio (Doc, 8’, PE, 2019, Livre)

O Festival Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo divulgou a lista de filmes selecionados para a Mostra Competitiva de Curtas Metragens 2019 e Mostras Paralelas. Foram recebidas 139 inscrições avaliadas por um comitê formado por Tetê Mattos, Marcelo Cordero e Solange Alboreda. A seleção contou com a direção de curadoria de Ursula Dart, coordenadora de projeção do festival. Além dos filmes inscritos, outras obras foram convidadas pelo comitê para integrar a seleção.

Para a 5ª Mostra Nacional Competitiva foram selecionados 11 filmes de curta-metragem dos gêneros ficção, animação e documentário que representam 9 estados brasileiros: Espírito Santo, Amazonas, Pernambuco, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Paraíba. As obras selecionadas terão caráter competitivo e disputam o troféu de reconhecimento do festival.

A Mostra do Cine.Eminha, que difunde filmes ambientais para a garotada conta com 4 títulos que representam três estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A mostra é realizada pela segunda vez e integra outras atividades musicais, teatrais e reflexivas para as crianças.

Uma novidade trazida pelo festival em 2019 é a realização da 1ª Mostra Mulheres, evidenciando a força e o lugar do feminino na relação com a natureza e o audiovisual. Foram selecionadas 4 obras dirigidas por mulheres de regiões como Pernambuco, Espírito Santo, Pará e também da Colômbia.

O Cine.Ema acontece nos dias 13 e 14 de setembro em Burarama, Cachoeiro de Itapemirim e dias 20 e 21 de setembro na Reserva Ambiental Águia Branca, em Vargem Alta, nas montanhas capixabas. O projeto é uma realização da Caju Produções e do Ministério da Cidadania com o apoio da TV Gazeta Sul e patrocínio da BRK Ambiental, Banestes e Grupo Águia Branca.

Plantae, de Guilherme Gehr (Ani, 10’, RJ, 2017, Livre)

Conheça abaixo os filmes selecionados e os curadores do evento:

Galeria completa de fotos e informações aqui

5ª MOSTRA COMPETITIVA CINE.EMA A viagem de Ícaro, de Kaco Olimpio e Larissa Fernandes (Doc, 19’, GO, 2018, Livre) Enraizada, de Tiago Delácio (Doc, 8’, PE, 2019, Livre) Filadelphia, de Dani Drumond (Doc, 7’, SP, 2018, Livre) Filho de Peixe, de Igor Ribeiro, (Doc, 13’, RN, 2018, Livre) Majur, de Rafael Irineu (Doc, 20’, MT, 2018, Livre) Nova Iorque, de Leo Tabosa (Fic, 24’, PE, 2018, Classificação indicativa: 10 anos) Plantae, de Guilherme Gehr (Ani, 10’, RJ, 2017, Livre) Quando a chuva vem?, de Jefferson Batista (Ani, 8’, PE, 2019, Livre) Rio das Lágrimas Secas, de Saskia Sá (Doc, 25’, ES, 2018, Livre) Seiva, de Ramon Batista, (Fic, 8’, PB, 2019, Livre) Zana - O filho da Mata, de Augustto Gomes (Fic, 15’, AM, 2019, Livre)

CINE.EMINHA Caminho dos gigantes, de Alois Di Leo (Ani, 12’, SP, 2016, Livre) Lá do alto, de Luciano Vidigal (Fic, 8’, RJ, 2016, Livre) Nimbus, o caçador de nuvens, de Marco Nick (Ani, 16’, MG, 2016, Livre) O melhor som do mundo, de Pedro Paulo Andrade (Fic, 13’, SP, 2015, Livre)

MOSTRA EMA MULHERES Custos, de Marilene Ribeiro (Doc, 20’, PA, 2019, Classificação 16 anos) Nakua pewerewerekae jawabelia/Hasta el fin del mundo/ Até o fim do mundo, de Juma Gitirana Tapuya Marruá (Exp, 15', Colômbia, 2019, Livre) Pescadores urbanos, de Yolanda Faustini (Doc, 15’, ES, 2019, Livre) Thinya, de Lia Letícia (Híbrido, 16’, PE, 2019, Livre)

Comitê de Seleção Cine.Ema 2019:

>>> Tetê Mattos Niteroiense, é doutora em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2018) e mestre em Ciência da Arte pela Universidade Federal Fluminense (2000). Desde 1997 é professora do Departamento de Arte da UFF, onde ministra disciplinas para o curso de Produção Cultural. Dirigiu documentários premiados e atualmente finaliza o seu primeiro longa-metragem “Maldita” produção da RioFilme e Canal Brasil.

>>> Marcelo Cordero Atualmente é diretor da Yaneramai Films, uma empresa cultural dedicada à gestão audiovisual nas áreas de vendas, distribuição, programação e exibição. É diretor artístico do Festival Internacional Pachamama-Cinema da Fronteira, onde atuou anteriormente como diretor de programação e curadoria. Foi diretor da revista cinematográfica Fotogenia, professor de Comunicação Audiovisual da Universidade Privada Franz Tamayo de La Paz - Bolívia.

>>> Solange Alboreda Doutora em comunicação e semiótica pela PUCSP defendeu tese sobre o Cinema Ambiental. Mestre em engenharia ambiental pela UNICAMP atua na programação cultural do Sesc SP planejando e organizando ações de cinema e literatura.

>>> Ursula Dart Mestra em Comunicação e Territorialidades (UFES), Especialista em Documentário de Criação pela Universidade Autônoma de Barcelona, Bacharel em Direito (UFES). Tem larga experiência com produção e produção executiva de filmes de curta e de longa metragens. Como diretora e diretora de fotografia, atua em projeto autorais. Atualmente, é sócia da empresa Ladart Filmes cujo escopo é a produção de filmes para cinema e séries de documentário e ficção para TV.

322 visualizações