Buscar
  • Ema

Saneamento ambiental no cinema


Estação de tratamento - BRK Ambiental

Adolescentes de Burarama vão realizar documentário sobre o saneamento ambiental da região através de oficina de vídeo.


Em 2019 a tradicional oficina de vídeo ambiental realizada com adolescentes e jovens estudantes da Escola Wilson Resende em Burarama terá como tema o “Saneamento Ambiental”. As atividades serão realizadas compreendendo atividades teóricas e práticas de técnicas audiovisuais, bem como visita de campo, com previsão de uma “expedição” pelo Ribeirão Floresta, córrego de Burarama saneado pela BRK Ambiental, e visita a Estação de Tratamento de Esgoto do distrito. A atividade, oferecida gratuitamente pelo festival é coordenada e ministrada pelo cineasta Gui Castor. A oficina resulta em um mini documentário que será exibido na programação audiovisual do evento.


Gui Castor é cineasta e produtor cultural graduado em comunicação no Espírito Santo/Brasil e pós graduado em cinema documentário e em filosofia da arte em Barcelona, na Espanha. Estudou artes visuais em diversos institutos americanos. É diretor de filmes de curta metragem realizados desde 2005 e também publicou livros de fotografia. Criou em 2011 o Cine Rua Sete, com exibições de cinema realizadas na rua. Participa e realiza exposições de arte individuais e coletivas no Espírito Santo.


A oficina de vídeo ambiental será realizada contando com atividades de captação de imagens, sons e edição de documentário e acontece entre os dias 09 à 13 de setembro de 8h às 12h na Escola Wilson Resende, em Burarama. O resultado da oficina poderá ser conferido na tela do Cine.Ema no dia 14 de setembro, a partir das 19h na Praça José Gava, gratuitamente.


O Cine.Ema acontece nos dias 13 e 14 de setembro em Burarama, Cachoeiro de Itapemirim. O projeto é uma realização da Caju Produções e do Ministério da Cidadania com o apoio da TV Gazeta Sul e patrocínio do Banestes e da BRK Ambiental.


A floresta que fala

A floresta tem uma voz, uma falange, às vezes grita, as vezes fala, às vezes silêncio. A noite encanta, é pirilampo, sapo, vento, água, coruja, grilo, uma orquestra inteira que respira e inspira canção. Em 2019, o Cine.Ema - Festival Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo tematiza a voz e os sons da natureza. O tema, que ilustra a identidade visual do festival também será abordado em atividades da programação com oficinas que aguçam a memória do lugar e os sons da natureza, propondo experiências poéticas da paisagem sonora ambiental de Burarama e da Reserva Ambiental Águia Branca envolvendo prioritariamente crianças.


O Cine.Ema

O Cine.Ema é um projeto cultural nacional e multiplataforma de educação ambiental cujo objetivo é gerar consciência através do cinema, com difusão e premiação de obras audiovisuais que reflitam sobre memória, paisagens, realidades e desafios do meio ambiente de forma sensível e criativa. Inspirado na Pedra da Ema, ícone paisagístico e natural de Burarama e no significado universal da Ema, mãe natureza, a Mostra Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo foi realizada pela primeira vez em 2015.

O projeto promove atividades formativas para crianças e adultos de comunidades que margeiam patrimônios naturais brasileiros, além de seminários ambientais reflexivos e temáticos que envolvem os desafios sustentáveis do nosso tempo. O Cine.Ema integra a rede de realizadores de festivais ambientais do Brasil e é o único festival de cinema anual com este recorte temático realizado no Espírito Santo.


Facebook: https://www.facebook.com/ema.cine

Instagram: https://instagram.com/cine.emafestival/


Contato:

Léo Alves

leo@cajuproducoes.art.br

www.cajuproducoes.art.br

(27) 3026 0051

0 visualização
Icone_facebook.png
Icone_Insta.png